noticias

Secretaria Municipal de Cultura oferece ingressos para sessões nos teatros independentes da cidade

Na Virada Cultural 2017, que acontece entre os dias 20 e 21 de maio, vários espetáculos teatrais terão ingressos gratuitos oferecidos pela Secretaria Municipal de Cultura. Durante a grande festa, o fim de semana será recheado de opções teatrais para os paulistanos.
A curadoria traz o foco para os diversos palcos da cidade estimulando a formação de público e dando a chance de ver espetáculos disputados em suas melhores condições.
Nesta Mostra dos Teatros Independentes, serão mais de 4.000 ingressos distribuídos, entre espetáculos de grande sucesso e estreias.
Os ingressos serão distribuídos no próprio sábado das 10h às 16h no Teatro Municipal. Cada pessoa poderá retirar dois ingressos e aproveitar a Virada Cultural em um teatro cheio com um espetáculo imperdível!

PROGRAMAÇÃO
Nome do Teatro: Aliança Francesa
Espetáculo: Uma Peça Por Outra
Data: 20/05
Horário: 20h30
Sinopse: Uma Peça Por Outra apresenta esquetes curtas que satirizam a comunicação e as convenções teatrais. A peça apresenta um pot-pourri das peças curtas de Jean Tardieu, multipremiado dramaturgo francês, falecido em 1995, expoente do teatro do absurdo ao lado de Ionesco, Beckett e Pinter.
O tema central é a discussão da linguagem. A constatação da inutilidade das palavras para o entendimento.  Cada história brinca de forma criativa e divertida com as questões mais críticas da comunicação humana, ou a falta dela, testando, escutando, pesquisando como ela funciona para então partir para a desconstrução.
Em Só Eles o Sabem, veremos uma crítica ao subentendido, uma brincadeira acerca da comunicação entrelinhas. Em Uma Palavra Por Outra, um típico chá das cinco ambienta um festival de palavras agrupadas com uma lógica própria. Oswaldo e Zenaide apresenta um casal de apaixonados que usa e abusa dos apartes, em uma absurda reinterpretação da relação que experimentam. Havia Uma Multidão No Solar traz um suspense a la Agatha Christie composto por uma divertida coleção de clichês. Completam Uma Peça Por Outras esquetes Conversação Sinfonieta e Para bom entendedor meia…
Serviços:
Gênero: Drama
Duração: 90 min
Faixa etária: 12 anos
Teatro Aliança Francesa
Rua General Jardim 182 – Vila Buarque.
Estacionamento conveniado em frente.

Nome do Teatro:  Amadododito Espaço Cênico
Espetáculo: Indignados
Data: 20/05
Horário: 20h
Sinopse: Com o nascimento do cidadão de número 7 bilhões, cinco jovens indignados encontram-se para comprovar, discutir e enfrentar as incoerências dos dias atuais, onde as pessoas possuem o direito de dizer muita coisa, mas pouco falam.
Serviço:
Gênero: Comédia (adulto)
Duração: 90 minutos
Faixa etária: 16 anos
Amadododito Espaço Cênico
Rua Aimberé, 236 – Pompéia (início da Av. Sumaré)
Acesso p/portadores de necessidades especiais.

Nome do Teatro: Auditório da Livraria Martins Fontes
Espetáculo: [LACUNA]
Data: 21/05
Horário: 17h
Sinopse: Uma mulher atropelada pela rotina da cidade, mergulha num profundo caos pessoal. É preciso agir e descobrir um novo sentido. Mas o vazio gera medo.  Sua mente inquieta processa memórias e faz nascer uma série de questionamentos. No monólogo [LACUNA], “Ela” percebe que está com a vida congestionada e busca ser ouvida, por quem quer que seja.

Serviço:
Duração: 50 minutos
Local: Auditório da Livraria Martins Fontes – Avenida Paulista, 509 – São Paulo.
Acesso para cadeirantes
Convênio Estacionamento: Desconto de R$7,00 na primeira hora ao mencionar que vai ao teatro da Livraria Martins Fontes. Estacionamento na Rua Manuel da Nóbrega, 95, Paraíso.

Nome do Teatro: Auditório da Livraria Martins Fontes
Espetáculo: Há sempre algo ausente que me atormenta
Data: 20/05
Horário: 20h30
Sinopse: A peça “Há sempre algo ausente que me atormenta ” discorre sobre as reflexões e angústias da escultora francesa Camille Claudel, em 1932, num manicômio, na França, onde a artista está internada. A ação se passa a partir de carta que Camille recebe do amigo e incentivador Eugene Blot. A personagem começa a questionar sua vida, seu romance com Rodin e sua obra, e perceber quão entrelaçadas todas essas coisas estão. Mas, apesar da mágoa, existe ainda um lado ingênuo e romântico que faz com que ela, antagonicamente, nutra uma certa esperança de ter novamente uma vida normal, perto da família.
Pelo fato do texto apresentar esses dois lados da alma fragmentada da escultora, e também por conta da esquizofrenia da qual sofria, a personagem é interpretada por duas atrizes, que representam Camille em duas fases de sua vida no manicômio.
Esses dois “tempos” da personagem travam um diálogo/monólogo no espaço cênico dividido pelas atrizes num embate reflexivo em que a Camille madura interage como alter ego da outra. O título da peça se refere a uma frase que consta em carta escrita por ela ao escultor Auguste Rodin.

Serviço:
Duração: 60 minutos
Faixa etária: 14 anos
Endereço: Auditório da Livraria Martins Fontes. Av.  Paulista, 509
Convênio com estacionamento: Rua Manoel da Nóbrega, 88 (Acessibilidade)

Nome do Teatro: Teatro Augusta
Espetáculo: Retratos & Canções
Data: 20/05
Horário: 20h
Sinopse: Retratos & Canções é uma comédia feita por diálogos extraídos de músicas. A história de Carolina, Tadeu, Marvin e Diana é contada exclusivamente por citações de letras dos maiores sucessos dos últimos 30 anos. Ao identificar os diálogos o público interage com a peça, tornando-se parte dela.
Serviço:
Gênero: Comédia.
Duração: 60 minutos
Faixa etária: 12 anos
Teatro Augusta – Sala Paulo Goulart – Rua Augusta, 943 – Cerqueira César

Nome do Teatro: Teatro Augusta
Espetáculo: Ocupação (Nós)
Data: 20/05
Horário: 21h30
Sinopse: Cinco mulheres, num cômodo sujo e úmido, dividem com a plateia, os conflitos e medos em relação ao mundo exterior. Reunidas, elas compartilham assuntos e experiências referentes ao universo feminino.  A plateia é convidada a integrar à discussão acerca do feminismo, estupro, machismo, racismo, cultura da beleza, lapsos de memórias e o real papel da mulher na sociedade.
Coisas estranhas acontecem no decorrer dos dias e a sensação de desnorteamento se agrava com o sumiço de uma vela. Esse é o ponto de partida para o espetáculo “Ocupação (Nós)” que estreia dia 6 de maio no Teatro Augusta, 21h30.
Com texto e direção de Rafael Salmona, o espetáculo resulta de relatos e pesquisas apresentados pelas atrizes Bianca Almeida, Denise Dietrich, Indira Nascimento, Helena Miranda e Thais Muller. As cenas foram nascendo a partir dos relatos e das improvisações das atrizes. Luzes e sons da peça foram definidos a partir do que foi vivenciado durante essas pesquisas – Sons vindos dos vizinhos, carros na rua, chuva, sirenes e gritos.

Serviço:
Gênero: Drama
Duração: 70 minutos
Faixa etária: 16 anos
Teatro Augusta – Rua Augusta, 943 – Cerqueira César – SP
Estacionamento com convênio

Nome do Teatro: Teatro Bibi Ferreira
Espetáculo: Santo chá para bicha má
Data: 20/05
Horário: 19h
Sinopse: Juju, mordomo de um casal de classe média se revolta contra sua patroa após descobrir que ela, embora se mostre sua amiga e confidente, na verdade é uma mulher falsa e dissimulada. Vingativo, ele faz uso de um misterioso chá com o qual muda para sempre o destino de toda a família, inclusive o seu.
Serviço:
Duração: 70 min.
Faixa etária: 16 anos
Teatro Bibi Ferreira – Av: Brigadeiro Luis Antônio, 931- Bela Vista

Nome do Teatro: Teatro Bibi Ferreira
Espetáculo: Holly Wood Actors
Data: 20/05
Horário: 23h30
Sinopse:  Um diretor monta uma comédia musical em apenas um dia com método revolucionário para atores excepcionais
Serviço:
Gênero: Comédia Musical
Duração: 50 minutos
Faixa etária: 12 anos
Teatro Bibi Ferreira – Av: Brigadeiro Luis Antônio, 931- Bela Vista

Nome do Teatro: Teatro Brigadeiro
Espetáculo: Casa, Comida e Alma Lavada!
Data: 20/05
Horário: 19h
Sinopse: “Casa, Comida e Alma Lavada!” tem como mote o relacionamento do casal Tânia Mara e Luís Alberto.  A peça mostra a dinâmica da relação amorosa e a transformação do casal, desde o romantismo açucarado do namoro até a implicância com as manias e defeitos nos dias de hoje. Num clima intimista, personagens e plateia interagem buscando entender – de forma leve e divertida – o amor e o relacionamento.
Sob a batuta do diretor Carlos Capeletti, os irreverentes atores Renato Papa e Nicolle Spinillo arrancam gargalhadas do público.

Serviço:
Gênero: Comédia
Duração: 75 minutos
Faixa etária: 12 anos
Teatro Brigadeiro – Av. Brigadeiro Luís Antônio, 884 – Bela Vista – São Paulo
Ar condicionado / acesso para portadores de necessidades especiais / café / Estacionamento conveniado e próximo ao teatro c/manobrista – R$25,00

Nome do Teatro: Teatro Brigadeiro
Espetáculo: A Sogra que pedi a Deus
Data: 20/05
Horário: 21h
Sinopse: Uma hilariante comédia, onde Dona Zulmira, a sogra torna-se a protagonista absoluta da história, que como o seu apartamento está em obras, resolve se hospedar na casa da filha, Flávia (Gal Spitzer). Porém como é inconveniente, oportunista e hipocondríaca, além de mal humorada, implicante, rabugenta e teimosa, não se importando com os problemas do casal, que como se não bastasse a sua chegada, por forças alheias, se vê obrigado a cancelar uma sonhada lua de mel no Caribe, a sua relação com o genro Renato (Alexandre Freitas) será a pior possível em inusitadas situações que levam os espectadores às gargalhadas. Durante o espetáculo é mostrada toda a versatilidade e o talento do ator e comediante Renato Papa, devidamente caracterizado, interpretando um papel feminino. E num final inesperado, Dona Zulmira dá provas de que é a dona da situação e, muito pelo contrário, não é a sogra que um genro peça a Deus.
Serviço:
Gênero: Comédia
Duração: 90 minutos
Faixa etária: 12 anos
Teatro Brigadeiro – Av. Brigadeiro Luís Antônio, 884 – Bela Vista – São Paulo
Ar condicionado / acesso para portadores de necessidades especiais / café / Estacionamento conveniado e próximo ao teatro c/manobrista – R$25,00

Nome do Teatro: Teatro Commune
Espetáculo: AntiComics, uma paródia dos super heróis
Data: 21/05
Horário: 17h
Sinopse: O espetáculo é uma divertida paródia dos super-heróis (Superman, Batman, Mulher Maravilha) que questiona seus superpoderes em situações de vulnerabilidade, com os quadros O Evangelho segundo o Super-homem”, “A Vida Sexual dos Morcegos” e “A Festa do Pijama”, da premiada escritora de Córdoba, Argentina, Sonia Daniel.
Serviço:
Gênero: Comédia
Duração: 60 minutos
Faixa etária: livre
Teatro Commune –  Rua da Consolação, 1218

Nome do Teatro: Teatro Commune
Espetáculo: Infero
Data: 20/05
Horário: 21h
Sinopse: Contamos a história de quatro desconhecidos: Lucy, uma jovem indiana que sofreu muito preconceito por conta de sua aparência pouco convencional; Belle, uma jovem francesa com uma voz de mel; Luca, um rapaz americano extremamente melancólico e Ya, uma indígena da tribo guarani com problemas com o pai.
Cada um com sua cultura, sonho, crença, costume e vivência. Eles têm, contudo, algo em comum: anseiam viver longe de suas casas e estão viajando pelo mundo para se redescobrir cada um a sua maneira.
Repentinamente, estabelecem uma conexão sensorial após uma experiência tocante de renascimento, na qual conseguem lembrar-se de como foi nascer. Assim, relações começam a ser traçadas e dúvidas aparecem por não saberem ao certo os motivos pelos quais estão conectados.
Conforme a afinidade desenvolve-se, eles vão aproveitando esses momentos de intimidade para criar laços, dando espaço para romances e dramas se desenrolarem numa busca pela sua identidade.
Numa trama politizada, cheia de críticas e banhada pelas artes plásticas, a ação discorre, transforma e potencializa. Nossos quatro heróis nunca mais serão os mesmos. Aqui, há uma sutil e subjetiva observação de que eles, na realidade, não só sempre estarão conectados, como sempre estiveram. Os quatro são, na realidade, a mesma pessoa aprisionada nos mármores eternos do inferno, revivendo eternamente a tortura dos dramas mundanos. O ciclo se repete em uma espiral viciosa até que por motivo de morte de algum deles, o início de tudo é marcado e voltamos ao começo. Um limbo eterno. Nossos personagens estão no inferno e são bons e maus. Absortos em nossos próprios problemas e perdidos nas várias facetas – boas, más, indefinidas e complexas – trazemos a discussão de que todos os povos e nações devem conversar, conectar e dialogar porque somos o mesmo, somos um só, sem classificar de maneira maniqueísta quem são os bons ou os maus. Uma mandala de almas humanas.

Serviço:
Gênero: Drama
Duração: 100 minutos
Faixa etária: 14 anos
Teatro Commune –  Rua da Consolação, 1218

Nome do Teatro: Teatro do Ator
Espetáculo: Criando Caso –  A Comédia
Data: 20/05
Horário: 18h
Sinopse:  Com estereótipos típicos encontrados nas grandes famílias da High Socity, a interação do elenco com o público é constante, propiciando um espetáculo extremamente divertido e envolvente.
Trata-se da história do cismado Vovô Agnaldo, que apesar de estar cercado de familiares, agregados e de fiéis empregados, suspeita estar correndo risco de vida em sua própria casa. Não vendo outra alternativa, Agnaldo contrata um “habilidosa” e experiente detetive, acreditando que ela desvendará o misterioso mistério que ainda não aconteceu…
Muita confusão e uma família falida em cenas hilariantes fazem do Criando Caso, uma ótima pedida para espantar o mau humor.

Serviço:
Gênero: Comédia
Duração: 60 minutos
Faixa etária: livre
Teatro do Ator – Praça Franklin Roosevelt, 172 – Consolação

Nome do Teatro: Espaço Cênico O LUGAR
Espetáculo: Hotel Lautréamont – Os Bruscos Buracos do Silêncio
Data: 20/05
Horário: 21h
Sinopse: Hotel Lautréamont – Os Bruscos Buracos do Silêncio, propõe o próprio ser mutante protagonista do Conto, Maldoror, como um afrodisíaco para a criação coreográfica, um homem que se recorda de haver vivido durante meio século sob a forma de tubarão, nas correntes submarinas que margeiam as costas da África. Ora jovem, ora de cabelos brancos; aqui moribundo, ali capaz de façanhas atléticas; transformado em águia para combater a esperança, polvo para melhor lutar com Deus, porco em seus sonhos, coisa informe, misturada à natureza, objeto de identidade indefinida.
Serviço:
Duração: 50 minutos
Faixa etária: 14 anos
Espaço Cênico O LUGAR – CIA. CORPOS NÔMADES – Rua Augusta, 325 – Consolação

Nome do Teatro: Espaço Satyros
Espetáculo: Hotel Mariana
Data: 20/05
Horário: 20h
Sinopse: Eram quase três e meia da tarde de 5 de novembro de 2015, um dia quente, como de costume no vale do Rio Doce, quando a barragem de rejeitos de minérios de Fundão, em Mariana-MG, com cerca de 55 bilhões de litros de lama espessa, rompeu-se sobre os distritos de Bento Rodrigues e Paracatu de Baixo. Depoimentos perturbadores e surpreendentes são colocados no palco e evidenciam a simplicidade de pessoas que perderam tudo ou quase tudo o que tinham. Da criança do grupo escolar ao velho da folia de reis, do ativista de direitos humanos à aposentada que escreve poemas, somos convidados a escutar os sobreviventes que, com suas histórias, traçam um panorama político, histórico e cultural do nosso país.

Serviço:
Duração: 70 minutos
Faixa etária: livre
Estação Satyros – Praça Franklin Roosevelt, 134 Consolação São Paulo – SP

Nome do Teatro: Espaço dos Satyros UM
Espetáculo: Helenas
Data: 20/05
Horário: 23h59
Sinopse: Atento a importância do empoderamento feminino o Núcleo Experimental da Cia Os Satyros discute questões de comportamento e seus reflexos na vida das mulheres ao longo dos séculos. A obra literária Malleus Maleficarum – O Martelo das Feiticeiras, publicado em 1486 e escrito por Heinrich Kramer e James Sprenger é considerada a bíblia da inquisição católica e foi utilizada como um manual de combate aos praticantes de heresias. O livro se tornou o guia dos inquisidores no final do século XV e séculos seguintes e seu conteúdo é um dos mais perversos e cruéis da história humana, um manual de ódio, de tortura e morte. A partir dele a igreja católica perseguiu, torturou e executou mais de cem mil pessoas e em sua maioria mulheres que foram acusadas de bruxarias, pactos com o diabo e heresias, fazendo com que todo o período fosse conhecido como caça às bruxas.
Os reflexos dessa obra podem ser sentidos ainda nos dias de hoje e “Helenas” traz à tona questões do feminino e do despertar da consciência em homens e mulheres do mundo atual, e quais mudanças são necessárias na educação e no comportamento humano pra que nossas meninas vivam em um mundo melhor e mais justo.
Helena Scheuberin é o nome da mulher que despertou o ódio no padre Henricus Institor (Heinrich Kramer), ela viveu nos finais do século XV, era bela, destemida, independente, não teve medo de ser livre e desafiou a hipocrisia da igreja denunciando os seus abusos em tempos de inquisição. O padre se dedicou a persegui-la com todas as armas de que dispunha e abriu um processo eclesiástico contra Helena acusando-a de ser uma herege, uma bruxa! Institor desenvolveu uma obsessão mórbida pela vida de Helena, seus prazeres e liberdades. Helena foi forte e se manteve de pé. O Papa foi obrigado a afastar o padre Institor do cargo e da cidade. Por ser uma representante legítima de todas as mulheres mortas durante esse período tenebroso de caça às bruxas a peça apresentada pelos componentes do Núcleo Experimental Os Satyros leva seu nome.

Serviço:
Duração: 50 minutos
Faixa etária: 16 anos
Estação Satyros um – Praça Franklin Roosevelt, 222 –  Consolação São Paulo – SP

Nome do Teatro: Espaço Parlapatões
Espetáculo: Absurdos Sérios
Data: 20/05
Horário: 23h59
Sinopse: Oito personagens dividem a misteriosa ante-sala do consultório do Dr. Curatudo, uma personalidade fantástica e midiática que promete a cura para todos os males humanos.
Campanhas publicitárias são meticulosamente traçadas para que o médico venda a “imortalidade”, se o humano em questão estiver disposto a pagar o alto preço de seu tratamento. Personagens polêmicos e divertidos, desenham as cenas desse espetáculo que na linguagem da encenação traz conceitos advindos da Dança Teatro e do Melodrama Tragicômico. Um desfile de personagens esdrúxulos e surpreendentes, em ações irreverentes que beiram o absurdo.

Serviço:
Duração: 100 minutos
Faixa etária: 16 anos
Estação Parlapatões – Praça Franklin Roosevelt, 158 –  Consolação São Paulo – SP

Nome do Teatro: Espaço Parlapatões
Espetáculo: Palhaços
Data: 20/05
Horário: 22h
Sinopse: A trama se passa no intervalo de apresentação do palhaço Careta (Antônio Netto) que recebe em seu camarim a visita de um espectador, Benvindo (Sérgio Carrera), um vendedor de sapatos encantado com a performance. Se aproveitando da extrema inocência do visitante, o palhaço Careta expõe as dificuldades e dores de ser um artista, e estabelece um jogo de faz de contas para que Benvindo perceba o sentido de sua própria vida, condicionada aos padrões estabelecidos pela sociedade.
A peça fala sobre a condição humana ao expor os dois lados de um mesmo tipo de fragilidade: a desilusão frente à exploração social somada à uma insciência desta. Nesta versão, a obra de Timochenco Wehbi, ganha um novo integrante: o sanfoneiro.
Este personagem, em meio às músicas, caminha entre as histórias de Benvindo e o palhaço Careta, conduzindo a dramaturgia em um labirinto entre ficção e realidade. A montagem traz elementos que ajudam a trazer a atmosfera do picadeiro para o palco com artistas circenses que fazem números de clown, malabares, mágica.
“O espetáculo é uma metalinguagem na questão da dificuldade de se viver de arte pelo país. O texto é um contraponto ao abordar o universo dos artistas, que mesmo diante de muitas barreiras, fazem o que mais gostam na vida. E também representa o mundo em que as pessoas seguem os costumes ditados pela maioria”, fala Carrera.

Serviço:
Duração: 70 minutos
Faixa etária: 12 anos
Estação Parlapatões – Praça Franklin Roosevelt, 158 –  Consolação São Paulo – SP

Nome do Teatro: Teatro Eva Herz
Espetáculo: A Noite em que Blanche Dubois Chorou sobre a minha Pobre Alma
Data: 20/05
Horário: 18h
Sinopse: Estela é uma atriz frustrada por ter perdido o papel de Blanche Dubois, personagem emblemática de “Um Bonde Chamado Desejo” de Tennessee Williams. Sozinha há oito anos, desde a morte de seu marido, ela contrata os serviços de Johnny, um garoto de programa. O jovem passou a infância em cemitérios e tenta esquecer seu passado. No encontro, os dois compartilham sonhos e vivências e se revelam solitários dependentes da bondade de estranhos.
Serviço:
Gênero: Drama
Duração: 60 minutos
Faixa etária: 16 anos
Teatro Eva Herz – Livraria Cultura – Conjunto Nacional – Av. Paulista, 2073

Nome do Teatro: Teatro Eva Herz
Espetáculo: A Alma Imoral
Data: 20/05
Horário: 21h
Sinopse:  Peça desconstrói e reconstrói conceitos milenares da história da civilização – corpo e alma, certo e errado, traidor e traído, obediência e desobediência.
Sozinha no palco, Clarice Niskier está em contato direto com a plateia, sem fazer uso da
chamada “quarta parede”. Para contar histórias e parábolas da tradição judaica, a atriz vale-se
somente de uma cadeira panton preta e um grande pano preto que, concebido pela
figurinista Kika Lopes, transforma-se em oito diferentes vestes – mantos, vestidos, burcas,
véus. O espaço cênico concebido por Luis Martins é limpo e remete a um longo corredor em
perspectiva.
Clarice optou por não trabalhar com uma direção teatral no sentido tradicional, mas com a
supervisão de Amir Haddad, que já vem fazendo este trabalho com alguns atores. “Super-visão
pode significar uma visão maior ou superior, capaz de desvendar coisa que outros olhos
mortais não conseguiriam ver. Assim como o super-homem (citado no espetáculo) com sua
visão de raio x. Mas também pode significar uma sobre-visão, uma visão de cima, das coisas
que estão acontecendo. Por exemplo: ‘A terra é azul’ disse Gagarin, sobrevoando o planeta. O
que eu faço com a Clarice, bela atriz, mulher corajosa, procurando o seu lugar, é tentar dar a
ela a visão de quem está de fora, e às vezes de cima, para melhor poder entendê-la e orientá-la
na manutenção de sua órbita. Me dá mais prazer observar e ajudar um ator no divino exercício
do seu ofício do que inventar efeitos de som e luz e algumas marcações e depois anunciar: ‘o
diretor’. Sonho com um ator dono do seu próprio texto e dessa maneira, capaz de iluminar o
texto de outrem pelo embate de suas idéias.”, propõe Amir.

Serviço:
Duração: 80 minutos
Faixa etária: 18 anos
Teatro Eva Herz – Livraria Cultura – Conjunto Nacional – Av. Paulista, 2073

Nome do Teatro: Teatro FAAP
Espetáculo: Roque Santeiro
Data: 20/05
Horário: 21h
Sinopse: Tudo começa quando Cabo Roque é dado como morto em batalha, sem nunca ter sido encontrado seu corpo. Com base nestes fatos, este suposto sacrifício por sua pátria faz nascer todo um comércio turístico na cidade de Asa Branca, que gira em torno do mito do herói. A população passa assim a viver em torno da memória de Roque. O turismo desenvolve-se em decorrência das inúmeras histórias sobre o herói, a cidade cresce cada vez mais com a venda de medalhinhas, bem como a realização de festas e eventos em homenagem ao soldado. Passados 15 anos, chega um homem à cidade, anunciando ser o Cabo Roque. Descobre-se então que o protagonista não morreu. A partir de então, dá-se início a várias tramas, resultando num final surpreendente.
Serviço:
Gênero: Musical
Duração: 120 minutos
Faixa etária: 14 anos
Teatro FAAP – Rua Alagoas, 903 – Higienópolis, São Paulo

Nome do Teatro: Teatro Fernando Torres
Espetáculo: Laços Eternos
Data: 20/05
Horário: 21h
Sinopse: Laços Eternos, adaptação Teatral de Annamaria Dias, do livro de Zíbia Gasparetto/ Lúcius, é uma história comovente, onde o amor é apresentado com toda a sua força e contundência, através das diversas vidas de seus principais personagens: Nina, Roque e Maria.
Alternando cenas vividas na atualidade e passadas no século XVIII, onde Nina era Geneviéve, Roque era Gustav e Maria – Marguerit, a Condessa D’Ancour, o texto resgata a trajetória dos acertos e desacertos de cada um, dentro do intenso aprendizado de sua existência. A vivência desse triangulo amoroso e daqueles que o cercam nesta e em vidas passadas, é mostrada de maneira tocante e envolvente. Revela as extraordinárias ligações amorosas e apaixonadas que acabam unindo os seres, por meio de suas atrações espirituais e carnais. E valoriza o amor: aos filhos, aos familiares, aos amigos e também aos inimigos. As alegrias e sofrimentos de todos os participantes dessa trama, a transformam num momento emocionante e arrebatador. A paixão, o amor, o ódio, e também a resignação e a renúncia, mesclam-se nas ações desses personagens magistralmente criados no livro e reproduzidos na adaptação teatral. Não há como não se identificar com o intenso e vibrante painel de emoções, desejos e comportamentos, que apresentam os integrantes desse universo magistralmente desvendado. Laços Eternos é uma aventura de amor através dos séculos.

Serviço:
Duração: 120 minutos
Faixa etária: 12 anos
Teatro Fernando Torres – R. Padre Estevão Pernet, 588 – Tatuapé

Nome do Teatro: Teatro Gazeta
Espetáculo: Os Monólogos da Vagina
Data: 20/05
Horário: 20h
Sinopse: Produzido em mais de 150 países e traduzido para mais de 50 idiomas o espetáculo tornou-se fenômeno mundial. Depoimentos verídicos de mais de 200 mulheres colhidos pela autora em todo o mundo abordam de maneira extremamente bem humorada, direta e livre de preconceitos uma reflexão sobre a relação da mulher com sua própria sexualidade. A estreia brasileira desse fenômeno teatral aconteceu em 07 de abril de 2000, no Teatro Clara Nunes, no Rio de Janeiro, com incrível sucesso de público e crítica. A genialidade de Miguel Falabella na adaptação e direção do texto o tornou o primeiro diretor no mundo a escalar três atrizes para, ao mesmo tempo, encenarem as narrativas das entrevistas originais colhidas por Eve Ensler. Essa concepção, a pedido da própria autora que esteve presente na estreia brasileira, foi adotada mundialmente em todas as produções e assim permanece até hoje.
Atrizes consagradas, como Zezé Polessa, Cláudia Rodrigues, Cissa Guimarães, Fafy Siqueira, Totia Meirelles, Bia Nunes, Lucia Veríssimo, Tânia Alves, Elizângela, Mara Manzan, Maximiliana Reis, Chris Couto e Claudia Alencar, Adriana Lessa, dentre outras, se orgulham de um dia ter tido a oportunidade de encenar, com muito carinho e respeito, os depoimentos reais de todas as mulheres que tornaram essa obra possível.
Muito mais que um espetáculo teatral, Os Monólogos da Vagina tornou-se um movimento Mundial. Segundo Charles Isherwood, do The New York Times, “provavelmente a mais importante obra de teatro político da última década”

Serviço:
Duração: 90 minutos
Faixa etária: 12 anos
Teatro Gazeta – Av. Paulista, 900 térreo próximo ao metrô Trianon.
Convênio Estacionamento: MultiPark – Rua São Carlos do Pinhal, 303 – Subsolo

Nome do Teatro: Teatro Irene Ravache
Espetáculo: As Sagradas
Data: 20/05
Horário: 21h
Sinopse:  As Sagradas é um espetáculo apresentado por sete atrizes que resgata a crença nas antigas deusas da fertilidade e do sagrado feminino através do fato verídico ocorrido com as chamadas ” Prostitutas de Nairóbi “, no Quênia. Mulheres que se prostituíam devido a fome e a miséria e sem qualquer proteção de preservativos; e mesmo nessas condições nunca contraíram o vírus HIV. Essa mulheres causaram assombro na comunidade médica mundial e tiveram seus corpos estudados por eles em busca de vacinas para a cura dessa doença.
O objetivo do espetáculo é inspirar o fortalecimento e união feminina nos dias atuais através de uma história de personagens guerreiras que lutam pela sobrevivência. Assim como a luta atual das mulheres contra o preconceito, violência e a força do patriarcado.
O espetáculo resgata a estética africana de suas diversas tribos para a criação visual de cenários e figurinos. Além da inspiração para os cantos e danças que pontuam a peça. A iluminação também se apoia nas cores quentes do continente africano.
O objetivo da direção é mostrar um espetáculo forte na sua temática e estética mas tratado com sutileza na sua expressividade para gerar na plateia uma reflexão sobre a importância da boa relação entre os gêneros e o respeito à figura feminina.

Serviço:
Duração: 70 minutos
Faixa etária: 12 anos
Teatro Irene Ravache – R. Capote Valente 667, Pinheiros

Nome do Teatro: Teatro Itália
Espetáculo: Pão com Ovo
Data: 20/05
Horário: 21h
Sinopse: A comédia retrata de forma bem humorada situações dos costumes e hábitos das diferentes classes sociais, contando a história das personagens, Dijé (Adeílson Santos), moradora de bairro da periferia, o seu marido Zé Maria (Charles Jr.) e Clarisse, (César Boaes) uma emergente alpinista social.
Serviço:
Duração: 90 minutos
Faixa etária: 12 anos
Teatro Itália – Av. Ipiranga 344 – República

Nome do Teatro:  Auditório do Mube
Espetáculo: Casal TPM
Data: 20/05
Horário: 21h
Sinopse: “Dois seres que enxergam o mundo de forma totalmente diversa, mas que não conseguem viver um sem o outro, enfrentam a rotina do casamento: o dia a dia, as traições, decepções, ciúmes, desconfianças, AS CRISES DE TPM – tudo o que desde os tempos das cavernas faz da relação homem/mulher uma bomba-relógio sempre prestes a explodir”.
Serviço:
Gênero: Comédia Romântica
Duração: 80 minutos
Faixa etária: 12 anos
Auditório do Mube –  R. Alemanha, 221 – Jd Europa

Nome do Teatro: Maria Della Costa
Espetáculo: A Porta
Data: 20/05
Horário: 21h
Sinopse: Nove pessoas. Um convite em comum. Uma porta.
O que há além da porta? Por que pessoas tão diferentes receberam o mesmo convite?
O mistério será revelado.
Gênero: Drama Existencialista Cristão. Musical.

Serviço:
Duração: 120 minutos
Faixa etária: 10 anos
Maria Della Costa – R. Paim, 72 – Bela Vista

Nome do Teatro: Paidéia Associação Cultural
Espetáculo: Histórias que o vento trás
Data: 21/05
Horário: 17h
Sinopse: Andarilhos chegam de terras distantes para contar e encenar histórias que ouviram em suas viagens. Uma história é etíope e nos conta sobre um velho, à beira da morte, que decide deixar como herança o seu casebre para os três filhos. Mas eles não querem repartir. Dessa forma, o velho terá que pensar em uma prova para deixar o casebre para o filho mais sábio.
Um jovem elefante se desentende com alguém de sua manada, sai em uma louca corrida em direção ao rio e em meio à desordem que provoca, um de seus olhos cai na água… O que vai acontecer é o conteúdo desta segunda história. Na terceira é apresentado um pobre homem que vive das poucas esmolas que recebe dos freqüentadores da praça central de uma pequena cidade, até que um dia, ele tem a oportunidade de transformar sua vida devido o aparecimento de um magnífico monarca diante de sua presença. O que deverá ele fazer ?
E a quarta história é sobre um homem que trabalhava arduamente sem receber recompensa e, refletindo sobre sua vida, decide ir perguntar a Deus o motivo de seu sofrimento. No caminho ele encontra diversos personagens que pedem para fazer outras perguntas a Deus. Terá uma longa jornada pela frente. Será que ele vai conseguir?
Encenamos estas histórias por entender, como disse W. Benjamin, que: “o narrador é um homem que sabe dar conselhos. Mas se “dar conselhos” parece hoje algo de antiquado, é porque as experiências estão deixando de ser comunicáveis. Em conseqüência, não podemos dar conselhos nem a nós mesmos nem aos outros. O conselho tecido na substância viva da existência tem um nome: Sabedoria. A arte de narrar está definhando porque a sabedoria – o lado épico da verdade – está em extinção.” Por fim, por acreditar que estas histórias antigas estão repletas de sabedoria, ousamos encená-las.

Serviço:
Duração: 60 minutos
Faixa etária: livre
Paidéia Associação Cultural – R. Darwin, 153 – Santo Amaro

Nome do Teatro: Paiol Cultural
Espetáculo: Louca & Ciumenta
Data: 20/05
Horário: 19h
Sinopse: LOUCA & CIUMENTA de Emerson Bernardes e Nil Fernandes, COMÉDIA: Ele um marido fiel, ela possessiva, paranoica e ciumenta. Karol é amiga do casal, animada, objetiva e pronta para ajudar sua melhor amiga. Venha participar dessa deliciosa comédia e descobrir qual o grau de ciúme existente em seu relacionamento. Com Camila Silva, Cassia Pinotti, Nil Fernandes e Emerson Bernardes.
Serviço:
Duração: 80 minutos
Faixa etária: 14 anos
Teatro Paiol Cultural – R. Amaral Gurgel, 164 – Consolação

Nome do Teatro: Paiol Cultural
Espetáculo: The Tweety Girls – Elas Chegaram ao Sucesso!
Data: 20/05
Horário: 21h
Sinopse: The Tweety Girls – Elas chegaram ao sucesso! Conta a história de três garotas, nada convencionais, Diana, Lurdinha e Gigi, que querem montar um grupo musical e fazer muito sucesso no final dos anos 60 e início dos anos 70 em São Paulo.
Além de muito romance e humor, paralelamente a peça conta a história de Lola Bastos, dona do Lola’s Café, reduto fictício de artistas e simpatizantes na Rua Augusta. Ela traz um grande mistério do passado que envolve uma das Tweety Girls, revelando uma agradável surpresa do destino.
A peça conta também com Tião, o garçom bronco, o galã cantor Tony Ross e sua biruta ex-namorada Mary Anne, que fará de tudo para reconquistar o seu amor e impedir o sucesso do grupo.
Essa comédia dramática também aborda os sonhos, as dificuldades, os desafios, as superações, os amores, as descobertas e as conquistas dessas três jovens sonhadoras. Tudo isso embalado com muita música da época de ouro da jovem guarda.

Serviço:
Gênero: Comédia Dramática
Duração: 100 minutos
Faixa etária: 14 anos
Teatro Paiol Cultural – R. Amaral Gurgel, 164 – Consolação

Nome do Teatro: Pequeno Ato
Espetáculo: Ideias Intimas
Data: 20/05
Horário: 21h
Sinopse: Adão, Eva, Lilith e Lucifer avaliam as consequências de não estarem mais na companhia de Deus, assim como lidarem com mundanidades como o vício, o tédio, o amor, a melancolia e a própria existência.
Serviço:
Duração: 45 minutos
Faixa etária: 14 anos
Pequeno Ato – R. Teodoro Baima, 78 – Consolação

Nome do Teatro: Teatro Ruth Escobar
Espetáculo: Inês – Gil Vicente por ele mesmo
Data: 20/05
Horário: 21h30
Sinopse: A comédia de autoria de Achileu Nogueira Neto, desenvolvida pela Cia dos Ícones, é
exatamente o Desafio do Convento de Tomar, apresentando a “Farsa de Inês Pereira” dentro
do contexto em que ela foi criada, no qual Gil Vicente responde a seus acusadores com sua
própria arte, provando ser um mestre do teatro mundial que desafia os séculos com sua obra.
Acusado de plagiar as obras do teatro espanhol de Juan Del Encina, Gil Vicente recebeu de
seus acusadores um tema: “MAIS QUERO ASNO QUE ME LEVE QUE CAVALO QUE ME
DERRUBE”. A partir deste, ele teria de fazer uma peça, e fez. Assim, Gil Vicente criou a “Farsa
de Inês Pereira”, que conta a história de uma jovem que vive a indecisão de casar-se com um
fazendeiro rico, forçada pela família, ou com um farsante, escudeiro e músico, envolvida na
embriaguez de seus próprios sonhos. Venceu o desafio e ainda ridicularizou seus desafiadores
colocando referências a estes em cena. A peça foi apresentada pelo próprio Gil Vicente em
1523 para o Rei D. João III no Convento de Tomar.
Serviço:
Gênero: Comédia
Duração: 80 minutos
Faixa etária: 12 anos
Teatro Ruth Escobar- R. dos Ingleses, 209 – Bela Vista

Nome do Teatro: Teatro Ruth Escobar
Espetáculo: Trair e coçar é só começar
Data: 20/05
Horário: 21h
Sinopse: A peça gira em torno de meras hipóteses de adultérios, geradas por
equívocos e confusões provocadas por uma empregada, que se aproveita da
desconfiança geral entre os casais do enredo para subornar seus patrões e
amigos. A estória conta com três casais, um padre e um vendedor de jóias que se
torna, sem querer, o pivô de uma série de suspeitas de traição. É uma comédia de
costumes com todas as confusões do gênero. Tem como fio condutor a
empregada Olímpia que complica e descomplica a ação e uma série de
personagens à beira de um ataque de nervos. A peça acumula números
impressionantes mais de 6 milhões de espectadores, mais de 9 mil apresentações,
4 vezes no Guiness Book, Prêmio Quality Cultural e homenagem pela Assembleia
Legislativa de São Paulo.
Serviço:
Gênero: Comédia
Duração: 120 minutos
Faixa etária: 12 anos
Teatro Ruth Escobar- R. dos Ingleses, 209 – Bela Vista

Nome do Teatro: Teatro Ruth Escobar
Espetáculo: Casa! Depois me conta.
Data: 20/05
Horário: 21h30
Sinopse: Hoje em dia, no meio teatral, cinematográfico e televisivo, já é um consenso que as comédias cativam muito mais espectadores que qualquer outro gênero da dramaturgia. Partindo dessa tendência, o autor e o diretor buscam em “Casa! Depois Me Conta” trazer ao público uma comédia leve, atemporal e divertida que discute e externa valores comuns da atualidade, como as controvérsias dos casamentos e relacionamentos em geral, o comportamento feminino e o masculino, a traição, os sonhos e desejos e a famosa mentirinha sem intenção. Uma equipe de profissionais das artes cênicas e da produção cultural elaborou e montou esse espetáculo para um público amplo e diverso, de adolescentes, jovens, adultos e até idosos, levando em conta a importância da acessibilidade do público e a democratização do teatro.

Serviço:
Gênero: Comédia
Duração: 80 minutos
Faixa etária: 12 anos
Teatro Ruth Escobar- R. dos Ingleses, 209 – Bela Vista

Nome do Teatro: Teatro Santo Agostinho
Espetáculo: O nome dela é Valdemar
Data: 20/05
Horário: 19h
Sinopse: Num apartamento no centro de São Paulo mora VALDEMAR (Kaká de Lyma), mas este nome é apenas do conhecimento da família, para todos os outros ele é ela, isto é: ‘DESIRRÊ’, uma famosa e bem sucedida Vedete. Com ela também vivem MÁRCIO (Márcio Marinello), seu namorado e GIGI (Marcello Iazzetti), empregada da residência.
Valdemar é natural de uma pequena cidade do interior de Minas, fruto de uma tradicional família. Sua família jamais soube de sua vida dupla, mas a chegada de um primo, DESIDÉRIO (Danillo Branco) pode botar tudo a perder. Desidério vem a mando dos pais trazendo uma herança para Valdemar, e quer aproveitar a oportunidade para aprender a ser homem com o primo que tem fama de machão.
Para não ser descoberta, ‘Desirré’ tenta enganar o caipira que acaba revelando segredos de sua antiga vida, deixando a personagem à mercê de sua maldosa empregada. Muitas confusões acontecem, e a chegada de sua tia Finoca (Iná de Carvalho), uma senhora carola e quase cega, só piora tudo, provocando as mais diversas, insólitas e hilárias situações.

Serviço:
Gênero: Comédia
Duração: 50 minutos
Faixa etária: 14 anos
Teatro Santo Agostinho – R. Apeninos, 118 – Liberdade

Nome do Teatro: Studio Heleny Guaribá
Espetáculo:  As Janelas de Plinio
Data: 20/05
Horário: 23h
Sinopse: Plínio nada mais é do que um jovem como muitos de nosso tempo: isolado em
um mundo comunicativo, não possui necessidade de se relacionar com outras pessoas,
apenas deseja manter a situação atual. Sua irmã, Marcela, para se tornar livre do compromisso
de cuidar do irmão, o convence da necessidade de arranjar um casamento, se adequando
assim à formatação social na qual o homem deve se casar com alguém que o sirva. A partir daí
a realidade começa a ser alterada de modo que não sabemos mais quais personagens
realmente existem e quais fazem parte do imaginário de Plínio.
Serviço:
Duração: 50 minutos
Faixa etária: 14 anos
Studio Heleny Guaribá- Praça Roosevelt, 184 – Consolação

Nome do Teatro: Teatro Garagem
Espetáculo: Navalha na Carne
Data: 20/05
Horário: 21h
Sinopse: Em um quarto de bordel, a prostituta Neusa Sueli, o cafetão Vado e o homossexual Veludo, empregado do estabelecimento, encarnam a existência subumana e marginalizada.
Serviço:
Duração: 50 minutos
Faixa etária: 14 anos
Teatro Garagem –  R. Silveira Rodrigues, 331 A – Vila Romana

Nome do Teatro: Teatro da Ribalta
Espetáculo: As Malditas
Data: 20/05
Horário: 21h
Sinopse: “AS MALDITAS” tem um enredo cheio de surpresas e é ambientado em uma casa onde Rosa e Margarida se digladiam quase como num ringue. As irmãs não se suportam e expõem suas feridas, tratando-as conforme decorre o espetáculo. Um Tudo ou Nada onde as cartas são colocadas na mesa para resolver os problemas de uma vez por todas, mesmo que custe o pior.
Serviço:
Duração: 50 minutos
Teatro da Ribalta – R. Conselheiro Ramalho, 673 – Bela Vista

Nome do Teatro: Top Teatro
Espetáculo: O Quarto Estado da Água
Data: 20/05
Horário: 21h
Sinopse: Uma comédia corrosiva com música ao vivo, onde um homem todos os anos de sua vida, sobe na cobertura de um prédio na noite de ano novo é sobre o homem contemporâneo. A história se passa em cima da laje de um prédio, com três homens que fogem de uma festa de ano novo e sobem para respirar um pouco. A partir daí, confissões, angustias e memórias surgem e um jogo de memória entre presente, passado e futuro entra em cena. Do alto do arranha-céu, os personagens questionam qual é o lugar do homem neste mundo contemporâneo, onde novas sexualidades e novas formas de amar estão cada vez mais latentes.
Serviço:
Duração: 60 minutos
Faixa etária: 14 anos
Top Teatro – R. Rui Barbosa, 201 – Bela Vista

Nome do Teatro: Tucarena
Espetáculo: Constelações
Data: 20/05
Horário: 21h
Sinopse: Pode uma simples palavra alterar o rumo de nossas vidas?

Através de uma sucessão vertiginosa de sketches, os espectadores acompanham o relacionamento entre Marianne e Roland, que vai se desdobrando através do tempo e do espaço.
Como fio condutor deste(s) encontro(s), a física quântica, o multiverso. Todas as escolhas que você já fez, ou jamais fez, são parte de um vasto conjunto de universos paralelos, diz Marianne, a cosmóloga, cuja mente parece estar sempre no espaço, para um cético Roland, o apicultor, homem concreto, da terra.
Cada variação de texto coloca-os em uma trajetória inteiramente nova, ora aproximando-os, ora distanciando-os, como se o livre arbítrio fosse apenas uma invenção humana ou, de acordo com os princípios da física quântica, como se eles estivessem vivendo vidas paralelas, mas sem nenhuma consciência desse fenômeno.
Sem nenhum didatismo, e com enorme habilidade, o autor coloca em cena o conceito das realidades paralelas, através de uma sequência de vinhetas, nas quais uma relação vai se construindo.
Uma crônica cubista, portanto, que se move entre cantada, sedução, casamento, doença e morte iminente, toda ela permeada por curiosas e, em alguns casos, hilárias, situações do dia a dia.
Romance e ciência colidem nessa insólita história de amor, com diálogos que refletem o dinamismo de nossa era digital, sem deixar de lado a riqueza de significados que as palavras encerram, provocando nos espectadores as mais variadas indagações sobre a nossa (ir)relevância no universo.

Serviço:
Duração: 70 minutos
Faixa etária: 12 anos
Tucarena – R. Monte Alegre, 1024 – Perdizes

Nome do Teatro: União Cultural
Espetáculo: Amor, Humor, o resto é bobagem
Data: 20/05
Horário: 21h30
Sinopse: A comédia de situações e relacionamentos ”Amor, Humor, o Resto é
Bobagem”, conta sobre o cotidiano de quatro amigos solteiros que vivem de
maneira independente e que moram no mesmo apartamento: a atriz Laura
Leslie (Renata Bráz), que, cansada de seus fracassos profissionais, tem que
decidir entre duas possibilidades para mudar sua vida: o suicídio ou o
ingresso no reality show “Casa dos Famosos”, dois artistas plásticos,
Mariana Martins (Mônica Carvalho) e Tadeu (Sandro Pedroso), às vésperas
de um grande vernissage internacional, a socialite Nicole (Flávia Viana),
falida em virtude de seu recente divórcio com o mega milionário Antônio
Augusto, todos tentando encontrar o real sentido da vida. Os jovens passam
por diversas situações ao longo da peça em busca de um único objetivo:
encontrar o verdadeiro amor

Serviço:
Duração: 65 minutos
União Cultural – R. Mario Amaral, 209 – Paraiso

Nome do Teatro: Viga Espaço Cênico
Espetáculo: Havemos de Amanhecer
Data: 20/05
Horário: 21h
Sinopse: Havemos de Amanhecer mergulha na obra poética de Drummond, essencialmente no poema. O Elefante, presente no célebre livro A Rosa do Povo, 1945, em que um homem, reconhecendo sua incompletude, se fantasia de elefante e sai em busca de amigos num mundo enfastiado, onde ninguém acredita mais na amizade e duvida do amor.
É sobre isso o espetáculo: o que a gente prefere esconder. Nossos amores não resolvidos, sonhos esquecidos, desejos dissolvidos, infância perdida, juventude endurecida, nossas contradições profundas e secretas. Coisas que conhecemos bem, mas que não dividimos com ninguém por medo ou vergonha de nos entregar.
Um dia um homem se vira e diz: cansei de ser sozinho. Agora quero andar pelas ruas ao lado de todos. Quero ser todos e quero que todos me sejam. Agora. Não depois. Meu coração quer sentir calor. Quer ter companhia. Sim. Quero ser atravessado. Há sempre alguém ao teu lado. No silêncio do dia, no teu obscuro vazio. Perto. Bem mais perto do que você imaginou. a fragilidade guarda infinitas potências. Não nos escondamos por muito mais tempo. o que se
achou que se perderia no instante seguinte nos alcançou. Há sempre alguém pronto para te encontrar. No fundo é simples. Não há diferença entre poemas e apertos de mãos.
não há arte maior que amar as pessoas.
Serviço:
Duração: 70 minutos
Faixa etária:  12 anos
Viga Espaço Cênico – R. Capote Valente, 1323 – Pinheiros

Nome do Teatro: Viga Espaço Cênico
Espetáculo: Ar ou os Pássaros estão caindo
Data: 20/05
Horário: 21h
Sinopse: O ar que sempre governou o mundo, depois de tanto tempo, vai deixar de governar. Nove estranhos dentro de um bunker são obrigados a passar seus últimos momentos juntos.
Serviço:
Duração: 65 minutos
Viga Espaço Cênico – R. Capote Valente, 1323 – Pinheiros

Nome do Teatro: Teatro Viradalata
Espetáculo: Na Laje – O Musical
Data: 20/05
Horário: 19h
Sinopse: O espetáculo é uma comédia romântica musical conduzida por canções do universo do pagode que fizeram sucesso nos anos 90. Apresenta personagens cativantes e os clássicos que estão na ponta da língua dos espectadores. Na Laje eleva o conceito de teatro a uma experiência musical, envolvendo todos em um clima de bar com amigos, já que o espectador conta com serviço de bar durante a encenação.
Lançando mão de recursos cênicos megalomaníacos, que satirizam os grandes musicais, “Na Laje – O Musical” conta a história de um grupo de pessoas que vive na Cohab. Pimpolho é um cara bem legal que quer levar sua vida simples, administrando seu boteco, tocando seu pagode com os amigos e casando com sua namorada, Tânia. Contudo, o concurso de televisão nacionalmente conhecido como “A Garota da Laje” vai fazer uma seleção no bairro, algo que mudará a vida dos dois e da produtora do concurso Inara.

Serviço:
Duração: 80 minutos
Faixa etária:  livre
Teatro Viradalata – R. Apinajés, 1387 – Perdizes

Nome do Teatro: Teatro Viradalata
Espetáculo: Artoud Le Mômo
Data: 20/05
Horário: 19h
Sinopse:  Artaud, Le Mômo é um espetáculo teatrocoreográfico multimídia de Maura Baiocchi e Taanteatro Companhia sobre a vida e obra de Antonin Artaud. A linha mestra da dramaturgia é “o problema da liberdade autêntica”. Mostra a luta do poeta francês contra a institucionalização das formas de vida e a sua tentativa de conquistar um corpo soberano. A equipe de criação consiste de artistas do Brasil, Alemanha e Argentina.

Serviço:
Duração: 90 minutos
Faixa etária:  12 anos
Teatro Viradalata – R. Apinajés, 1387 – Perdizes